Amor...

 ...uma coisa que eu achava tão simples, tão bonita, tão ingenua, tão indefesa. Deparei-me embaranhada no enredo do amor uma coisa que afinal é tão complicada, não tão bonita, tão letal...
Por algum motivo Platão disse que o amor era uma perigosa doença mental e a verdade é que é. Tanto nos deixa no cume da montanha mais alta como nos arrasta para o fundo do mais profundo oceano. Numa hora ajuda-nos a recuperar de "doenças"/vicios como nos mete neles.



Comentários

Mensagens populares deste blogue

.