Aquela declaração


Adoro aqueles momentos em que me beijas com sinceridade,
Aqueles momentos em que tocas sem maldade.
Adoro o teu olhar e o teu sorriso,
Contigo parece que estou sempre no paraíso.
És o meu principe, o meu muso inspirador,
É em ti que encontro a definição de amor.
Para sempre ou para agora não sei explicar,
Mas digo-te que neste momento te estou a amar.
Não me consigo bem expressar
Mas é isto que eu sinto
Acho que sabes bem que eu não minto.
O meu forte não são as palavras
Pois, muitas são contrárias ao coração,
São mais os gestos, o carinho e a emoção.

Comentários

Nez' disse…
é o que eu digo tens muito jeito para a poesia!
continua a escrever poemas pah!
que daqui a pouco tempo estás uma pro!
;)*
Yates disse…
continua a utilizar os gestos como a voz do teu coração...porque mesmo sendo uma linguagem confusa, os gestos nnk mentem

Mensagens populares deste blogue

Amor...

Capítulo sem fim...